chi kung

Chi Kung: O que é? Origem e suas aplicações.

O que é o Chi Kung?

Primeiramente, o Chi Kung é frequentemente escrito desta forma 氣功. Ele é um tipo de exercício poderoso para a sua saúde.

Milhões de chineses o praticam há milhares de anos. Sua base está nas repetições de movimentos muito precisos. Em princípio, foi criado visando beneficiar a saúde em seus mais diferentes níveis.

Outros nomes dados para o Chi Kung são Chi Gong e Qigong. Qi significa ‘fluxo vital de energia’. Kung ou Gong significa “habilidade, treino”. Portanto Chi Kung significa o treino do fluxo vital energético. Esse nome faz justamente uma alusão ao objetivo do Chi Kunque é favorecer que essa energia vital flua da forma mais adequada no nosso corpo. Ou seja, o objetivo do Chi Kung é promover o movimento do Qi (energia) através do corpo. Ele faz isso abrindo certos portões portões energéticos em nosso corpo.

Dois pontos chave na prática de Chi Kung são o relaxamento e a respiração profunda. Ambos, são pré-requisitos e extremamente úteis para que o Qi flua.

Alguns movimentos de Chi Kung são muito suaves. Outros são mais vigorosos. Alguns são grandes e expansivos. Outros são mais sutis e quase imperceptíveis. Todos são diferentes e têm um efeito muito específico no corpo e na mente. Enfim, quanto mais profundamente praticamos o Chi Kung, mais entendemos o propósito de cada um desses movimentos.

No Chi Kung existem movimentos externos e internos. O nome desses movimentos internos na China é neigong, ou ‘poder interno’. Os movimentos neigong tornam o Chi Kung uma prática superior para a saúde e bem-estar.

Os movimentos internos diferenciam o Chi Kung de quase todas as outras formas de exercício do Ocidente. Frequentemente os exercícios ocidentais enfatizam os movimentos cardiovasculares prolongados e treinamento de força muscular.

Entenda mais sobre o Chi Kung abaixo.

História do Chi Kung

As origens do Chi Kung remontam a milhares de anos. Uns dizem que ele provavelmente surgiu de danças cerimoniais realizadas por tribos chinesas. Acredita-se foram desenvolvidos ritmos e movimentos específicos para fortalecer os bailarinos. Igualmente, para desenvovler suas menter e evitar doenças.

Com o tempo, os movimentos originais da dança foram sistematizados. Diz-se que um dos lendários imperadores fundadores da China, Huang Di, atmbe´m conhecido como “O Imperador Amarelo”, praticava o Chi Kung diariamente. Ele viveu por mais de cem anos.

Simultaneamente, uma outra vertente, crê que foram a natureza e os animas que inspiraram a criação do Qigong. Logo, afirmam que muitos dos movimentos do Chi Kung imitam os animais para conseguir certas qualidade que eles possuem. Por exemplo, a respiração da tartaruga, eria a responsável pela longevidade dela. Em outras palavras, acreditam que os taoistas observaram o movimentos e respiração dos animais e desenvolveram exercícios similares para manter a saúde e prolongar as suas vida. Por curiosidade, o exercício da tartaruga foi uma prática inventada há 1400 anos pelos taoístas.

Posteriormente, muitos sábios e estudiosos chineses desenvolveram novas práticas e filosofias. A princípio, entre eles estavam os alquimistas. Eles usaram o Qigong, junto com as dietas, as ervas, as práticas sexuais e etc., para alcançar a imortalidade. Nesse interim, se constatou que muitos deles se tornaram longevos. Acima de tudo, um dos principais insights que eles deixaram foi que, definitivamente, o “elixir da vida” reside dentro de nós.

Vários conjuntos de movimentos do Chi Kung surgiram, incluindo as 8 Peças de Brocado de Seda. Atualmente, ela é um dos exercícios mais praticados. À primeira vista, dizem que o General Yue Fei (1177–1279 DC) o desenvolveu. Usava-o para treinar o seu exército. Dizem que esses exercícios poderosos sempre o ajudaram a vencer suas batalhas. Ele nunca foi derrotado.

movimentos-do-chi-kung

O Sistema Chinês de 3.000 anos de Autocura

Desde já, podemos afirmar que a eficácia do Chi Kung ou Qigong está comprovada na China. Isso devido ao seu impacto benéfico na saúde de milhões de pessoas ao longo de milhares de anos. O desenvolvimento da força vital, ou chi, é o foco do Taoísmo. O Taoísmo é a religião / filosofia original da China. Os taoístas são as mesmas pessoas que trouxeram a acupuntura, a fitoterapia chinesa, a fixação dos ossos e o conceito yin / yang para o mundo.

A saber, as práticas do Chi Kung independem de uma religião.

Até recentemente, as imensas barreira culturais e linguísticas bloquearam da consciência ocidental a maioria desses conhecimentos milenares. Contudo, essas barreiras estão começando a se quebrar. Quem mais tem contribuido para isso é a acumpuntura. Porém, o Chi Kung ainda enfrenta barreiras muito bem estabelecidas.

Para a maioria das pessoas, o primeiro e mais importante benefício do Qigong, Chi Gong ou Chi Kung está no alívio ou prevenção de problemas crônicos de saúde. Nesse sentido, a variedade de doenças que o Chi Kung ajuda a resolver na China incluem:

  • o câncer,
  • a doenças de órgãos internos, a
  • amá circulação, as dores nos nervos,
  • os problemas nas costas e nas articulações e
  • as doenças físicas gerais.

Ao longo dos milênios, o Chi Kung vem sendo praticado em primeiro lugar por intelectuais. SImultaneamente pelos monges. Igualmente pelos guerreiros. E, por fim, por pessoas comuns.

Antes de mais nada usa-se o Chi Kung para três propósitos diferentes:

  • o marcial,
  • o médico ou
  • o meditativo.

Chi Kung é uma forma de exercício suave composto por movimentos repetitivos. Os alongamentos do corpo promovem o movimento dos fluidos corporais. Ou seja, o sangue, o sinovial e a infa. Assim, esses fluídos criam uma consciência de como o corpo se move.

curso otávio Leal Humaniversidade

Os Três Tesouros Espirituais do Taoísmo

Sob o mesmo ponto de vista, o Qigong também é útil para a evolução espiritual. O objetivo final de todas as práticas taoístas internas é a transformação alquímica do corpo, da mente e do espírito. E que eles todos se unam com o Tao. Em outras palavras, sentir a energia do seu corpo permite que você compreenda a energia dos seus pensamentos e emoções. Por conseguinte, leva você a compreender a energia do espírito. A partir daqui, é possível compreender completamente a energia da meditação ou do vazio. Seja como for, para os taoístas, é através do vazio que é possível chegar ao Tao, que significa “absoluto”.


De acordo com o Taoísmo, todo ser humano tem “três tesouros”.

  • O Jing que é a energia do esperma / ovário ou a essência do corpo físico.
  • O Chi que é a energia corporal, incluindo os pensamentos e as emoções e,
  • O Shen que é o espírito ou poder espiritual.

O Wu, que significa “vazio” é quem dá à luz e integra esses três tesouros.


Assim, os taoístas usam a energia vital para evoluir espiritualmente. O ponto final dessa evolução recebe diversos nomes. ‘Iluminação’, ‘encontro com o Pai no céu’, ‘alcançar o Nirvana’ ou ‘compreensão final’. O objetivo é tornar-se um Tao. Para eles, a melhor forma é começar usando a energia do próprio corpo. Então, progredir através das emoções e dos pensamentos até atingir o poder espiritual. E então, estar pronto para buscar o supremo.

Muitas pessoas dizem que ao atingir um estado de vazio, você permanece lá. Isso é falso. Na verdade, você simplesmente se familiariza cada vez mais com esse estado. Então, aprende a passar mais tempo nele. Enquanto você viver em um corpo físico, as necessidades físicas continuarão a te demandar. Por isso, permanecer completamente no vazio é impossível.

O Chi Kung traz a clareza mental

O estresse mental ou emocional é parcialmente responsável e causador de muitos problemas físicos. Igualmente responsável pelos seus agravamentos. Portanto, a importância da tranquilidade interior que o Chi Kung propicia, não pode ser subestimada. A prática de Chi Kung, ajuda a controlar o estresse. Igualmente a raiva. Do mesmo modo controla a depressão e a ansiedade. Da mesma maneira, os pensamentos mórbidos e a confusão geral. Tudo isso porque esses sentimentos atacam a sua mente quando o seu chi não está regulado e equilibrado.

Assim, fortalecer e equilibrar a energia de sua mente, antes que esses sentimentos tomem conta de você, aumenta sua capacidade de detectar nuances sutis e a perceber o mundo. E os padrões que o mundo segue em níveis cada vez maiores de complexidade. As pessoas que não praticam alguma forma de de desenolver e equilibrar a energia, nunca irão adquirir essas habilidades.

Portanto, o Chi Kung pode ter um efeito poderoso na mente, no corpo e no espírito. Os benefícios incluem mais saúde e bem-estar no geral. Igualmente reduz os níveis de estresse. Por fim, te propiciam uma visão mais brilhante e equilibrada das possibilidades da vida.

chi kung

Limpando Blocos de Energia

Muitas pessoas envolvidas com disciplinas espirituais focam sua atenção na iluminação. Porém, durante esse processo, ferem seus corpos e deixam suas mentes mais agitadas. Isso ocorre pois eles tentam exercitar as disciplinas espirituais superiores sem primeiro limpar os bloqueios de energia em seus corpos físicos e emocionais. Ao agirem dessa forma podem causar o que equivale a um curto-circuito em seus sistemas. Ou seja, como os corpos e mentes não estão prontos, as práticas espirituais podem gerar mais energia do que ambos podem suportar.

Muitos monges chineses, de diferentes seitas budistas, tiveram que procurar mestres taoístas para reparar os danos causados ​​em seus sistemas por usaarem técnicas de meditação excessivamente fortes sem conhecimento. O Chi Kung então é usado nesses casos. Afinal, ele não traz nenhum risco por ser apenas uma prática preparatória para a meditação taoísta. O Chi Kung pode ajudar a acalmar uma mente agitada. Igualmente, acalma as suas emoções negativas. Do mesmo modo, fortalecer os nervos. Por fim, limpa os bloqueios de energia e torna a pessoa mais saudável.

Porém, normalmente o Chi Kung sozinho é insuficiente para resolver e limpar bloqueios emocionais e espirituais sérios e traumáticos. Tais bloqueios se encontram nas camadas mais profundas de consciência da pessoa. É nesse ponto que entra o uso conjunto com a meditação toísta. Ambas, usadas simultaneamente, são usadas para auxiliar nesses casos já que tem um camapo de ação mais profundo e mais abrangente.

Chi Kung e o Desenvolvimento Pessoal

O Chi Kung representa um sistema total de trabalho para o equilíbrio e limpeza energética. Mas também, é uma atividade que auxiliar no desenvolvimento pessoal. Afinal, seus exercícios são tudo o que é necessário para manter um alto nível de saúde, assim como, para aumentar a consciência geral. A saber, esse conjunto de exercícios também pode servir como exercícios de aquecimento para praticantes das artes marciais.

Antes de tudo, os exercícios do Chi Kung, no mínimo, darão à pessoa comum o mesmo benefício interno que ele provavelmente tem ao praticar Tai Chi. Acima de tudo porque a grande maioria dos professores de Tai Chi no Ocidente não sabe ou não compartilha informações sobre o trabalho de energia interna do Tai Chi.

Por fim, é importante ressaltar, que pelos movimentos suaves e baixíssimo impacto, as pessoas de qualquer idade podem praticar o Chi Kung.

curso otávio leal

O Chi Kung não é um culto e nem uma religião

Por cinco mil anos, os taoístas praticaram técnicas para desenvolver o chi. Porém, a maioria dos taoístas modernos reluta em declarar publicamente que praticam Chi Kung e outras práticas energéticos. Eles preferem praticá-los discretamente em sua intimidade.

O Chi Kung é algo potente que você faz para beneficiar a sua vida. Infelizmente, por causa dessa potência, alguns grupos religiosos, seitas e cultos, incorporaram as suas técnicas. Tudo isso, apenas para atrair adeptos. Contudo, isso não significa que o Chi Kung seja criação destes cultos.

Ou que seja, para praticar o Chi Kung, niguém é obrigado a se associar à cultos, seitas e religiões. O Chi Gong era usado pelos taoístas para tornar o corpo mais saudável. Do mesmo modo, para tornar a mente mais clara e equilibrada. Também para acalmar as emoções e para aumentar as suas capacidades espirituais. Portanto, eles jamais quiseram que a prática de Chi Kung fosse algo que dividisse as pessoas em grupos de praticantes ou não praticantes de determinada religião, culto ou seita.

O Qigong, como exercício, foi desenvolvido com o objetivo de manter as pessoas saudáveis e para liberar as suas tensões diárias. Portanto, pessoas de todas as convicções religiosas, e de qualque idade, podem praticá-lo. Assim, apesar da base do Chi Kung ou Qigong ser o taoísmo, não há necessidade de ser taoísta para poder praticá-lo.


Aliás o Chi Kung é perfeito para pessoas que desejam apenas melhorar sua saúde física. Sem que tenham que se importar com as questões psicológicas ou as espirituais. Por exemplo, o Qigong é usado por praticantes das artes marciais ha gerações. Porém boa parte deles não se preocupa com o desenvolvimento espiritual. No entanto, toda a prática espiritual taoísta começa com a prática de Chi Kung. Independente o nível de realização que se deseja alcançar.

A mente direciona o chi

A ciência do Chi Kung defende o axioma que a mente tem a habilidade de direcionar o chi. Uma das primeira capacidade que você desenvolve ao praticar o Qigong é que você consegue sentir os seus nervos. Com o tempo, essa habilidade só aumenta. Ou seja, você pode literalmente aprender a entrar em seu corpo com a mente. Então, sentir o que está lá e direcionar seu chi para onde ele precisa ir. Este não deixará de ser um processo misterioso, mas natural . Basta tempo e esforço para adquirir esta habilidade.

É possível obter 50 a 60 por cento dos benefícios potencias para a saúde do Tai Chi, apenas praticnado esses exercícios. Às vezes parecem tão difíceis de aprender quanto o Tai Chi. Mas não são. Aliás, existem técnicas mais complexas no Tai Chi, que só são acessíveis após o domínio de todo o aprendizado interno com o Chi Kung.

O Chi Kung vs. O Tai Chi

Embora compartilhem muitas características em comum, a maioria das pessoas considera o Chi Kung e o Tai Chi duas práticas distintas.

Existem muitas formas de Chi Kung que são bastante diferentes do Tai Chi. Elas envolvem movimentos simples e lentos, feitos repetidamente. Uma das formas mais básicas de Chi Kung é o Chi Kung de Baduanjin. Tem oito movimentos. Eles geralmente são chamados de Oito Peças de Brocado. Os movimentos são:

  • Pressionar os céus com as duas mãos
  • Puxar a corda do arco e deixar as flechas voarem
  • Separar o céu da terra
  • A coruja sábia olha para trás
  • Socar com o olhar zangado
  • Saltar nos dedos dos pés
  • O gradne urso se vira de um lado para o outro. Toca os dedos dos pés e os dobra para trás.

Embora os movimentos do Chi Kung possam ser diferentes dos do Tai Chi, ambas as práticas utilizam a força e a flexibilidade. Igualmente os exercícios respiratórios, a atenção concentrada e a imaginação.

No Ocidente, a maioria dos sistemas de Tai Chi, ou outras artes marciais, são ensinadas com base em seus movimentos. Seus princípios são a suavidade, o relaxamento e o alinhamento corporal. Porém, a maioria dos componentes que foram trazidos do Tai Chi para beneficiar a saúde são normalmente esquecidos. Isso se dá porque existe um grande vácuo de conhecimento dos ocidentais. Igualmente, se dá pela falta de informação e pelas barreiras linguísticas e culturais entre a China e o Ocidente. Mais saiba que, as tradicionais e completas artes marciais do Tai Chi conhecidad como hsing-i e bagua, são formas extremamente sutis e avançadas de Chi Kung.

Você pode praticar o Chi Kung sem a necessidade de praticar conjuntamente outro exercício. Por´me, ele é um complemento perfeito para o treinamento do Tai Chi.

Apoio científico ao Chi Kung

Chi Kung é fácil de aprender e agradável de fazer. Enfim, ele pode ter um efeito revigorante e rejuvenescedor. Do mesmo modo, a prática regular traz um profundo efeito de fortalecimento para todo o corpo e para seus diversos sistemas. Como por exemplo, o sistema nervoso, o digestivo, o respiratório, o muscular o esquelético, o hormonal, o ginecológico, etc. Sua capacidade de ajudar na cura de uma grande variedade de lesões e doenças crônicas e agudas tem sido o assunto de vários programas de pesquisa liderados pelas autoridades médicas chinesas.

Ao contrário do Tai ainda não foram feitos muitos estudos profundos sobre o Chi Chi Kung. Portanto, não é possével saber todos os seus benefícios à saúde. No entanto, já se sabe que a prática de Chi Kung faz bem a saúde, e é inclusive recomendável, já que usa movimentos suaves e o relaxamento. Ambos prejudicam os ossos e nem as articulações.

Um dos maiores estudos envolvendo Chi Gong foi revisado em 2010. Nele existem 66 estudos feitos com 6.410 participantes. Este estudo foi publicado no American Journal of Health Promotion. Embora os pesquisadores tenham combinado estudos de Chi Kung e do Tai Chi em sua revisão, encontraram vários resultados positivos. Em conclusão, eles sugerem que ambas as formas de exercício melhoram a saúde e o equilíbrio dos ossos.

Um estudo de 2007, publicado no Journal of Hypertension, descobriu que os exercícios de Qigong tiveram um efeito ligeiramente positivo na redução da pressão arterial. Embora os autores afirmem que é necessária nova pesquisa para confirmar esse resultado. Os autores de um outro estudo de 2007, publicado no Journal of Alternative and Complementary Medicine, chegaram a uma conclusão semelhante. Em conclusão, eles complementaram os resultados informandos informando que o Chi Kung tem um efeito ligeiramente positivo no controle do diabetes.

O Exercício versus A cura

chi kung

Muitos praticantes do Chi Kung o consideram um exercício individual mente-corpo. Eles o consideram similar a ioga. Porém, existem outros praticantes que afirmam que existe uma forma de Chi Kung que se concentra em juntar e curar as outras pessoas.

Alguns autores escreveram que da mesma forma, “o Chi Kung interno”, ou seja o praticado individualmente, quanto o “externo”, onde o QI é emitido por um médico, afetam beneficamente o equilíbrio e o fluxo de energia. Eles também aumentam as funcionalidades do corpo e da mente”. Todavia, a revisão dos autores sobre os benefícios do Chi Kung para a saúde está limitada à prática pessoal de Qigong.

No Chi Gong externo, um terapeuta de Chi Kung primeiro diagnostica os pacientes. Isso se dá de acordo com os princípios da medicina tradicional chinesa (MTC). Em seguida, usa o “Qi emitido” para promover a cura. Essas informações foram conseguidas em um artigo de 2010, publicado no American Journal of Health Promotion.

Ainda não há evidências científicas que apoiem ​​a eficácia do Qigong externo no tratamento de problemas de saúde ou doenças. Apesar disso, há uma pesquisa no campo mais amplo e relacionado da terapia de biocampo que está em andamento. Um estudo, publicado no Journal of Alternative and Complementary Medicine, revisou estudos controlados de terapias de biocampo. Esta revisão incluiu estudos sobre o Chi Kung externo, Healing Touch, Johrei, Reiki e o Toque Terapêutico. Imediatamente, descobriu-se que dois terços dos 18 estudos revisados ​​demonstraram eficácia mínima parcial. Porem ainda são necessárias pesquisas adicionais nesta área.

Curiosidade sobre o Chi Kung

As autoridades chinesas denunciaram uma forma de Chi Kung, o Falun Gong, como um culto proibido em 1999. Isso aconteceu depois de uma grande manifestação feita pelos seguidores do Falun Gong em Pequim. Milhares de seguidores seguidores do Falun Gong foram para a prião. A subsequente prisão e a tortura desses seguidores gerou respostas de organizações de direitos humanos, bem como várias resoluções do Congresso dos EUA que denunciam a opressão do governo chinês. Isso é conhecido como “movimento espiritual pacífico”.

Existem vários estilos de Chi Kung:

  • o marcial,
  • o taoísta,
  • o confucionista,
  • o budista e
  • o terapêutico.

Se você gostou de saber tudo sobre a origem e o que é o Chi Kung, comente abaixo e compartilhe nas suas redes sociais.

Amém,  Shalom, Axé, Namasté, Haux, Aloha, Optc

Escrito por: Homero S Mônaco F é publicitário, atua na área de marketing e marketing digital, possui MBA em gestão empresarial e estuda e se aprofunda sobre os oráculos e assuntos místicos e esotéricos desde os 15 anos de idade.

Caso queira usar esse artigo em seu site, é só entrar em contato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *